5 Parques Para Conhecer em Curitiba

Andando por Curitiba com um amigo, perguntamos sobre algum ponto turístico do qual eu não me lembro a uma mulher andando pela rua. Aproveitamos e perguntamos àquela moradora da cidade se ela tinha alguma dica de algum lugar que não poderíamos deixar de ver.

“Gente, praia de curitibano é parque. Se vocês gostarem de parque, é o que não falta.”

Jardim Botânico

Jardim Botânico

Não saímos com uma dica específica, mas com a ideia de que parque era coisa onipresente ali. Claro que Curitiba, considerada cidade modelo e exemplo de organização urbana, está longe de ter seus atrativos resumidos unicamente aos parques. Masssss que Curitiba manda bem nos parques, ah manda!

Em outro post eu falo sobre o Jardim Botânico e por que ele não é só um jardim com uma estufa, mas sim local indispensável a qualquer um que vai para Curita, o qual você pode ler neste link. Aqui, falarei um pouquinho sobre alguns dos outros muitos parques da capital paranaense, para que você possa escolher e incluir um ou mais deles na sua visita à cidade.

 

PASSEIO PÚBLICO

Passeio Público de Curitiba

Começo pelo Passeio Público porque não só é o parque mais central, como o mais antigo de Curitiba. Foi inaugurado em 1886, já foi o Jardim Botânico de Curitiba e aqui também funcionou o primeiro zoológico da cidade, tanto que ainda possui alguns animais em cativeiro, além de um aquário.

Portão Passeio Público de Curitiba

O parque possui um portão de entrada simpaticíssimo, inspirado no Cemitério de Cães de Paris, bem como lago, uma gruta e ponte pênsil.

 

PARQUE TANGUÁ

Parque Tanguá

Um dos parques mais estéticos e singulares! Rende um bom passeio e lindas fotos. Na entrada do parque você terá a visão mais famosa do lugar, com o amplo pátio com o jardim, os espelhos d’água e o complexo com os mirantes do parque ao fundo. É lindo demais!

Uma das vistas maravilhosas do mirante do parque tanguá

Uma das vistas maravilhosas do mirante

O parque possui estacionamento, ciclovia, pista de corrida e lanchonete. Não deixe de subir no mirante do pátio de entrada e de caminhar pela trilha que leva à parte inferior do parque e ao túnel artificial. Atravessando o túnel você estará com um lago à sua frente e aos pés do penhasco, do qual cai uma cascata e em cujo pico está o mirante que você visitou na entrada do parque.

Vale a pena, é um dos principais parques de Curitiba!

 

PARQUE BARIGUI

Lago parque barigui

Está entre os maiores e mais antigos parques da cidade. A pegada é bem diferente do Tanguá: o Barigui é o parque em que você vê mais pessoas correndo, pedalando e andando de patins, com boas pistas, áreas verdes abertas e muitos animais andando pelo parque, como aves e capivaras. Dizem que um rebanho de carneiros também pinta por lá, mas eu não vi na minha visita. 😛

Patos no parque barigui

Carneiros eu não vi… 😛

Ou seja, este é o parque em que você fica com vontade de pôr o tênis e fazer cooper!

Parque Barigui

Possui um lago enorme e um estacionamento bem grande também, bem como heliponto. Dali, saem passeios de helicóptero para sobrevoar Curitiba.

O parque também possui bares, restaurantes, equipamentos de ginástica ao ar livre e abriga, ainda, o Museu do Automóvel de Curitiba e o Centro de Exposições de Curitiba.

 

PARQUE TINGUI E MEMORIAL UCRANIANO

Memoria Ucraniano no parque tingui

O parque Tingui faz parte de um projeto que visa unificar todos os parques que margeiam a extensão do Rio Barigui, quais sejam: o próprio Tingui, o Parque Tanguá e o Parque Barigui, dos quais eu já falei acima. Teríamos, assim, um único parque linear, uma ideia bem legal.

O Tingui possui bastante área verde, lagos e ciclovia. Para o turista, entretanto, a parte mais interessante do parque fica por conta do Memorial Ucraniano, com sua arquitetura singular, uma exposição permanente e, ainda, uma lojinha de souvenirs.

 

PARQUE BACACHERI

Parque Bacacheri

O parque do Bacacheri, cujo nome oficial é Parque General Iberê de Mattos, é um parque mais fora do circuito turístico da cidade. Está no bonitinho bairro do Bacacheri, possui estacionamento, playground, um grande lago, canchas de futebol de areia e de vôlei, bem como lanchonete.

Lago Parque Bacacheri

Comparado aos outros parques, é menor (ainda que tenha uma área de 152.000 metros quadrados) e com mais cara de parque de bairro e para o bairro.

Pátio do Museu Egípcio e Rosacruz

Pátio do Museu Egípcio

Recomendo o Bacacheri caso você já conheça os outros parques e esteja buscando um algo a mais. Se for ao parque, entretanto, aproveite para fazer uma dobradinha e ir ao Museu Egípcio. É hiper compacto, fica ao lado do parque e rende uma curta e agradável visita. Se não quiser entrar, só o pátio externo do museu já vale a visita.

E aí, quais destes vocês já conhecem? Contem pra gente nos comentários!


Todos os caminhos levam a:

Parques de Curitiba

Onde e como: o modo mais prático de visitar os parques é com a Linha Turismo de Curitiba, um ônibus turístico hop on hop off. Mais informações neste link. A exceção fica por conta do Bacacheri, que não é servido pela Linha Turismo.

Quanto: todos os parques possuem entrada gratuita! Quanto ao Museu Egípcio, a entrada custa R$ 5,00 e o acesso ao pátio com as esculturas é gratuito! 😉

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *