Café Tortoni – porque um clássico tem seu lugar

 

 

Muito já se falou sobre o Café Tortoni, e me arrisco a dizer que muito ainda há de se falar, porque é isso que faz um clássico ser o que é: aquela peça antiga que dá brilho aos tempos modernos.

Inaugurado em 1858 por um imigrante francês, a fama do Café Tortoni se deve exatamente à combinação fértil de café e letras, isto é, por ter sido freqüentado pelos literatos e artistas porteños de décadas atrás.

Café tortoni

Da esquerda pra direita: Jorge Luis Borges, Carlos Gardel e Alfonsina Storni

Muita coisa mudou na paisagem da capital argentina, mas o café Tortoni mantém basicamente inalterada a sua mobília, suas paredes revestidas em madeira e suas mesas de mármore.

Café tortoni

Um belo salão clássico. Parada quase obrigatória dos turistas.

Foi assim que o visitamos para um café em nossa ida a Buenos Aires. Aguardamos um pouco na fila que se estende do lado de fora, mas após adentrarmos no belo salão, a sensação de volta ao passado e a beleza do ambiente fizeram valer a pena a espera.

Pedimos um típico café acompanhado de leite, churros, as famosas medialunas e um tostado especial tortoni. Tudo estava muito bom. O atendimento não chega a ser simpático, mas é eficiente.

Café tortoni

Churros, café… aquele básico para ocupar uma mesa, rs

O ambiente é agradável, mas pela alta concentração de turistas com câmeras na mão, não espere que este seja um lugar tranqüilo. Mais ao fundo, uma ala dá acesso à sala Alfonsina Storni, projetada para shows intimistas de tango e outras apresentações feitas no período da noite. Para uma programação completa clique AQUI.

Café tortoni

Sala Alfonsina Storni: voltaria a este café para assistir a um show de tango neste lugar.

Todos os caminhos levam a:

Café Tortoni

Onde: Avenida de Mayo, 825 (Entre a avenida 9 de julho e a Praza de Mayo)

Quando: aberto todos os dias das 08h00 às 01h00 (exceto domingo, quando abre às 09h00).

Quanto: os preços são um pouco mais elevados, mas dentro do razoável.

 

Um mineiro que gosta de histórias, e acha que escrever e ler é o melhor passatempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *