Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo

Um dos centros culturais de que eu mais gosto na cidade de São Paulo é o Centro Cultural Banco do Brasil. A proposta de oferecer exposições de peso com entrada gratuita, com uma ótima organização e instalado num prédio charmoso construído em 1901, bem no centro histórico da cidade, são apelativos para que o leitor visite o local num passeio aqui pela cidade; e para que os moradores de Sampa, como eu, visitem o local rotineiramente.

Detalhe do prédio do Centro Cultural banco do Brasil

Detalhe do prédio do Centro Cultural Banco do Brasil

Kandinski, Pós-impressionismo, com obras do Museu do Orsay, e Picasso são algumas das exposições que passaram por lá nos últimos tempos. Todas com entrada gratuita.

Para reservar sua entrada, basta ir ao site do Centro Cultural do Banco do Brasil, sempre prestando atenção para selecionar a unidade de São Paulo. Selecione, então, a aba “Artes Visuais” e veja o que está rolando nas exposições. É só selecionar o evento e clicar em comprar para ser direcionado para o site da Ingresso Rápido, onde você pode selecionar o dia e horário da visita.

A Toilette, de Henri Toulouse - Lautrec, na exposição sobre o pós-impressionismo

A Toilette, de Henri Toulouse – Lautrec, na exposição sobre o pós-impressionismo

Outra forma é comprar diretamente no site do Ingresso Rápido. Tendo o aplicativo deles instalado no celular, basta mostrar o QR Code no dia para acessar a exposição. Simples e organizado. Você pode reservar também diretamente na bilheteria física do local, para o próximo horário com vagas disponíveis. Nos eventos gratuitos, as senhas são distribuídas com 1 hora de antecedência ao início da respectiva sessão. Se a exposição for muito concorrida, vale reservar com antecedência.

Detalhe do prédio do Centro Cultural banco do Brasil

Ponto bacana é que, baixando o aplicativo do Centro Cultural do Banco do Brasil para o celular, você conta com um áudio guia, também gratuito, para acompanhar a exposição. Em vários pontos do CCBB você verá QR Codes. Basta abrir o aplicativo, apontar para o código e o áudio guia inicia no seu celular. Acho isso fantástico!

Aqui estou focando nas exposições, mas o CCBB também oferece apresentações de música, de teatro e cinema, com entrada franca ou a preços justíssimos, normalmente de 10 a 20 reais, e com direito à meia entrada. Cliente Banco do Brasil, vale dizer, possui direito à meia-entrada.

Prédio do Centro Cultural Banco do Brasil

Prédio do Centro Cultural Banco do Brasil

O CCBB possui ainda convênio de estacionamento com o Estapar Estacionamentos na Rua Santo Amaro, 272, de onde uma van faz o transporte gratuito até as proximidades do CCBB. Os metrôs mais próximos são a estação São Bento e a Sé. Recomendo a visita ao CCBB na parte do dia, pois à noite as imediações do centro histórico ficam mais desertas. Depois da visita, vale até dar um pulo na Casa Mathilde, ali pertinho.

Como extras, o CCBB possui um guarda-volumes e uma lojinha no térreo, bem como cafeteria no térreo e no terceiro andar.

Uma última dica é sempre dar uma checada no site do CCBB para ver o que está rolando lá. Como eu disse, eles oferecem arte em diversas esferas, então dê uma olhada no que mais lhe interessa e vá sem medo! 😉

Já visitaram o Centro Cultural do Banco do Brasil? Gostaram? Contem pra gente nos comentários!


Todos os caminhos levam a:

Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo

Onde: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – São Paulo (SP). De metrô, as estações mais próximas são Sé (linhas azul e vermelha) e São Bento (linha azul). Estacionamento conveniado na Rua Santo Amaro, 272 (R$ 15 pelo período de 5 horas, sendo necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB).

Quanto: exposições normalmente possuem entrada gratuita. Para cinema, teatro e música, consultar o site.

Site: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/sao-paulo

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *