Comes e bebes em Budapeste

Sendo a comida parte essencial de uma boa viagem, sem mais delongas, vamos a alguns comes e bebes para você provar em Budapeste, capital da Hungria!

Turo Rudi: é um docinho simples, porém divertido! Eu já tinha lido sobre ele e acho que encontrei numa loja de conveniências. É bem cremosinho, coberto por chocolate e recheado com coalhada, bem gostoso! Não menos importante, é bem baratinho!

Toros Rudy Budapeste

Tokaji: o rei dos vinhos e o vinho dos reis, é o que entoou Luís XIV acerca do Tokaji. Você vai encontrar em mercados uma série de vinhos Tokaji, com variações gigantescas de preço. Quanto mais caro, mais complexo o processo de produção e melhor a qualidade do vinho, via de regra. Mas dá pra encontrar bons tokaji por preços razoáveis, ou pegar um baratinho só pra experimentar. É um vinho mais doce, ok? Bem gostoso, por sinal.

Tokaji Budapeste

Goulash: um guisado bem comum nos países do leste europeu e bem interessante de se comer no frio, já que é bem quente. Fiz o favor de comer o prato em pleno verão de Budapeste. Saí do restaurante suando, mas não saí sem experimentar o ensopadão com carne.

Goulash Budapeste

Pálinka: tipo de Vodka húngara, por assim dizer. Bebida destilada e forte, encontrada com facilidade em bares e até em cafés. Eu mesmo provei ela no Cat Café Budapest.

Cat Café Budapeste

Trdelnik: eu já falei aqui sobre o Trdelnik, doce bacana que a gente provou em Praga, República Tcheca. Em Budapeste você também encontra o doce, que tal provar?

Gelato da Gelato Rosa: um gelato bem gostoso em forma de flor, com boa variedade de sabores para escolher e com uma montagem cuidadosa e caprichada! Fica perto da Catedral de São Estévão.

Sorvete da Gelato Rosa com a Basílica de São Estevão ao fundo
Sorvete da Gelato Rosa com a Basílica de São Estevão ao fundo

Langos: já chamada de “pizza comunista”, é uma pizza simples, com recheio pouco elaborado. Vale muito pra conhecer, mas confesso que fico com as nossas pizzas, que são muitíssimo mais saborosas!

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *