Deserto do Atacama: roteiro de 5 dias

Muito já foi falado e postado aqui no blog sobre o fantástico Deserto do Atacama. Reuniremos aqui nesse post as dicas já dadas para montar um roteiro de 5 dias pelo Deserto. Sempre é bom ter mais dias que isso e não me parece interessante ter menos do que isso para não ficar muito apertado. Um dia a mais pode cobrir imprevistos (sim, podem acontecer), bem como permitir fazer mais passeios.

Laguna Tuyalto
Laguna Tuyalto

No nosso caso, tínhamos um dia a mais que nos permitiu reorganizar os passeios: no dia do passeio aos Geysers del Tatio o carro da agência quebrou e, como tínhamos tempo, preferimos remarcar o passeio para o outro dia em vez de chegar lá já um pouco tarde e com os geyseres em uma atividade menor.

Ainda, esses passeios consideram 5 dias inteiros ou quase isso. Se você chegar à tarde ou à noite em San Pedro, pode ser necessário apertar um pouquinho pra conseguir fazer tudo proposto aqui.

Sem mais, vamos ao roteiro.

DIA 1

O Vale de La Luna visto do Mirante de Kari
O Vale de La Luna visto do Mirante de Kari

O primeiro dia no Atacama deve ser reservado a um passeio mais tranquilo, para se ambientar às elevadas altitudes aos poucos. Neste dia, tire a manhã para passear pelas ruas do centrinho do povoado de San Pedro de Atacama e para reservar seus passeios, caso ainda não o tenha feito.

Nas ruas, você encontrará lojas com lembrancinhas e artesanatos diversos. Vale andar com calma. Para o almoço, recomendo o restaurante LaPicada Del Indio (Tocopilla, 418). Entrada, prato do dia e sobremesa por camaradas 5 mil pesos.

À tarde, faça o passeio para o Vale da Lua (leia sobre ele aqui): um passeio de meio período, com paisagens belíssimas e altitude muito similar à da vila de San Pedro do Atacama: 2.000 metros. Ideal para o primeiro dia.

Neste passeio você terá oportunidade de conhecer o Vale de la Luna e o Mirador de Kari, onde fica a Pedra do Coiote. O pôr do sol ali é belíssimo. Nosso passeio começou às 14:50 para terminar pouco depois das 18 horas. 


DIA 2

A mais bela das Lagunas Escondidas
A mais bela das Lagunas Escondidas

O segundo dia será reservado a alguma das famosas lagunas (lagoas) do Atacama. As mais famosas são as Lagunas Escondidas Baltinache e a Laguna Cejar, sendo que cada uma delas corresponde a um passeio diferente, e ambas possuem proposta similar: lagunas geladas e com altíssima concentração de sal. A concentração é superior até mesmo à do Mar Morto, de forma que seu corpo boia com facilidade.

Se você tiver tempo, pode fazer ambas. Preferimos escolher as Lagunas Baltinache, tanto pela cor esverdeada dela (a Laguna Cejar é mais azulada), quanto pelo plus de que havia a visita ao Vale del Bus, que muito nos interessava.

Lagunas Escondidas e Vale del Bus

A manhã é livre neste dia. O passeio iniciou às 13:40 hs, com duração aproximada de 6 horas. A altitude é de 2.400 metros, bem tranquila.

Começamos indo diretamente às Lagunas Escondidas, nas quais você pode mergulhar e sair com o corpo branco de sal. 😛 Há chuveiros de água doce pra tirar todo esse sal do corpo.

Depois, seguimos para o Vale del Bus, onde há um ônibus abandonado em meio a antigas minas de sal. Lá, fazemos um lanche enquanto o sol vai começando a se por.

Imperdível.

DIA 3

lagunas altiplânicas - laguna chaxa e seu espelho d'água refletindo o céu

O dia 3 é reservado a um dos passeios mais intensos e, na minha opinião, o melhor passeio do Atacama: Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas. A diversidade de paisagens, todas elas cenográficas e impressionantes, tornam esse passeio fantástico.

A saída é bem cedo e o passeio dura o dia inteiro. Café da manhã e almoço estão incluídos, mas no nosso caso o café foi mais tarde e o almoço também foi tardio, num restaurante super simples e com uma comida sensacional, num povoado bem pequeno. Contamos todo o passeio AQUI e recomendo muito a leitura do post. 

Estrada CH-25
Estrada CH-25

Aqui você enfrentará altitudes bem maiores, chegando aos 4.200 metros. O frio também é intenso. Por isso este passeio deve ser feito já após algum tempo na cidade.

À noite, você pode dar um pulo no restaurante mais famoso da cidade: o Adobe (Caracoles, 169). Se o orçamento estiver curto, sempre há alguma opção, como pizzas, a preços mais camaradas.

DIA 4

Geysers del Tatio

Dia de madrugar! O quarto dia fica reservado ao passeio mais intenso e com condições mais severas de temperatura: Geysers del Tatio. É aqui que você vai usar suas roupas para frio pesado.

Após tomar um café da manhã tendo como pano de fundo a Cordilheira dos Andes, o passeio segue rumo aos Vados (lagos rasos). Por último, ele passa num pequeno povoado, o qual você pode visitar e no qual pode provar churrasquinho de carne de lhama. Por volta das 13 horas estamos de volta a San Pedro de Atacama.

A tarde fica livre. Antes do próximo passeio, você pode comer uma pizza bem gostosa no El Charrúa (Tocopilla, 442).

Céu estrelado no tour astronômico no Deserto do Atacama

À noite, caso o céu esteja em boas condições, você pode fazer o Tour Astronômico, um passeio para observação de estrelas. O céu do Atacama é fenomenal e ideal para observações como esta. No passeio são oferecidos vinho, chocolate quente e alguns comes, bem como mantas pra se aquecer, já que à noite esfria bastante.

O guia dá uma aula de astronomia e nos explica sobre constelações, nebulosas e planetas, demonstrando tudo na prática com um laser e com um telescópio para observar tudo de pertinho. Um dos passeios mais diferentes e interessantes do Atacama!


DIA 5

Termas de Puritama

O quinto e último dia fica reservado a um passeio para relaxar: Termas de Puritama. Aqui não há mais temperaturas ou altitudes extremas, nem lagunas geladas. São piscinas térmicas em meio à natureza em temperaturas próximas dos 28 graus. O passeio pode ser feito de manhã ou à tarde. No nosso caso, com voo à noite retornando para Santiago, preferimos fazer de manhã.

Observações

Este roteiro é justo, sem ser muito apertado, mas também sem muita margem para imprevistos. Se você gosta de viajar com calma, eu sugeriria dividir esse mesmo número de atrações em 6 dias, que foi o que nós fizemos. Ficou assim:

  • Dia 0 – Chegada em San Pedro de Atacama à noite
  • Dia 1 – Lagunas Escondidas + Vale del Bus
  • Dia 2 – Vale de La Luna
  • Dia 3 – Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas
  • Dia 4 – Caminhada por San Pedro de Atacama e Tour Astronômico
  • Dia 5 – Geysers del Tatio 
  • Dia 6 – Termas de Puritama. Voo de volta à noite.

No dia 4 faríamos os Geysers, mas o carro quebrou e, em vez de chegar tarde com outro carro, optamos por fazer o passeio no dia seguinte. Seis dias permitem você fazer tudo com mais calma e ter espaço para imprevisto. Ou, se você quiser, até encaixar mais um passeio.

Se quiser saber mais sobre como contratar os passeios, as agências e tudo mais, dá uma olhada neste post completo que escrevemos, clicando AQUI.

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *