Dicas práticas para aproveitar melhor sua viagem a Roma

 

 

1) Compre o Roma Pass. Trata-se de um passe que dá acesso ilimitado ao transporte dentro da cidade (metrô, tram e ônibus ), entrada e descontos para atrações turísticas e museus, durante um determinado período (48 horas ou 72 horas). Pela facilidade de uso e abrangência, considero que vale muito a pena!

Para fazer a reserva e depois retirar em alguns dos postos autorizados em Roma (Aeroporto Fiumicino ou Estação de trem Termini) CLIQUE AQUI.

2) Ao chegar em Roma, caso vá pegar um Táxi do Aeroporto até à região central da cidade (dentro das muralhas aurelianas), este percurso é tabelado e custa 48 euros. Se algum taxista, logo no desembarque te abordar, não pegue este táxi. Eles são proibidos de fazer este tipo de abordagem. Pegue SEMPRE um táxi que esteja na fila no local indicado para táxi no aeroporto.

3) Entre meados de abril a meados de maio, as escadarias da Piazza Spagna ficam cobertas de azaléias em floração. São muitos vasos de flores ao longo da escadaria de Trinità dei Monti. É um cenário belo e encantador digno de la dolce vita. Considero esta a melhor época do ano para visitar Roma, nem muito frio nem muito quente.

Dicas de viagem Roma

4) Nas igrejas é proibido entrar de bermudas e com os ombros descobertos.

Dicas de viagem Roma

5) O cappuccino é comumente bebido no café da manhã (colazione) até às 10h00. Pedir um cappuccino fora desse período não é uma boa ideia. Para acompanhar o cappuccino, peça um cornetto (croissant) de cioccolata (chocolate) ou crema (creme).

6) O café expresso típico italiano é um ristreto, isto é, curto, encorpado e forte. Na xícara virá só um pouquinho de café, e isso é normal. Não pense que eles estão de sacanagem com você.

Dicas de viagem Roma

7) Cuidado com os automóveis e vespas pela rua, pois eles não vão necessariamente parar quando o semáforo estiver fechado. Para entender essa dinâmica do trânsito em Roma, CLIQUE AQUI.

8) Aprenda algumas palavras básicas em italiano para criar empatia por onde passar: buongiorno (bom dia), Buona sera (boa noite), Ciao (oi), per favore (por favor), Grazie (obrigado),  prego (de nada). Use sempre estas ferramentas de comunicação e tudo ficará mais fácil.

9) Roma não é um lugar muito adequado para passeios de bike. Não é sem motivos que a chamam de cidade das 7 colinas. Acrescente-se a isso o fato de que suas ruas são estreitas, de pedras e com trânsito caótico. Melhor pedalar nos espaços restritos de parques e tal.

10) Para quem quer experimentar vinho e não conhece as peculiaridades das uvas e da produção italiana, uma forma de saber se o vinho é bom é verificar se no rótulo tem a sigla DOCG, que significa (denominazione di origine controllata e garantita). Os vinhos que possuem o selo DOCG seguem um rigoroso processo de fiscalização da qualidade no preparo, da origem geográfica e de todas as etapas da produção.

11) Em Roma, os museus ficam genericamente fechados às segundas-feiras (exceto os museus do Vaticano).

12) Caso você esteja fazendo uma viagem de carro e vá precisar entrar de carro no centro histórico (que redundância!), fique atento com as ZTL, isto é, as zonas de tráfego limitado onde o turista não pode trafegar de autos (exceto se necessário para chegar até o hotel. Neste caso, é necessário comunicar antes e o hotel entrará em contato com a companhia de transito e eles deixarão que você entre e saia num período de 2 horas. Muito burocrático, né?

13) Não tem problema em beber água das fontes de Roma. Ou seja, não precisa comprar dezenas de garrafinhas de água mineral. Antes, compre apenas uma e encha-a nas fontes da cidade. Para saber como funciona, CLIQUE AQUI.

Dicas de viagem Roma

14) Para ver o Papa, a sugestão é ir nos dias da Audiência Geral, que ocorre todas as quarta-feiras. Claro, torça para que neste dia o Papa não esteja indisposto e, assim, faça o habitual percurso no papamóvel entre os fiéis. Para ver o calendário CLIQUE AQUI.

Dicas de viagem Roma

15) Entenda a diferença entre Osteria, Trattoria  e Ristorante.

Osteria é um ambiente comercial tipicamente familiar que serve refeições de maneira mais informal e simples.

Trattoria é a osteria em que os negócios prosperaram e já conta com empregados e outros profissionais que dão suporte à família que faz a gestão.

Ristorante é um ambiente que serve refeições dentro de certas formalidades, com equipe profissionalizada, cozinha sob o comando de um chef.

16) Em certos cafés, sentar-se à mesa pode lhe custar muitos euros a mais. Sobretudo, cafés que por serem históricos, tornaram-se turísticos, como é o caso do Caffè Greco.

17) Em algumas cidades o ônibus turístico pode ser uma boa opção, mas este não é o caso de Roma. A cidade tem ruas muito estreitas, espaços restritos a pedestres e sem condição de acesso. Logo, você acabará andando do mesmo jeito. Pense bem antes de comprar o bilhete e achar que isso facilitará a sua vida.

Dicas de viagem Roma

18) Em sua visita aos Museus do Vaticano, envie um postal para alguém que você goste ou para si mesmo e tenha esse souvenir com o selo “poste vaticane”. Já próximo da saída do Museu, antes de descer a famosa escada helicoidal de Giussepe Momo, há um Posto de Correio onde você pode comprar os selos e envia seu postal.

Dicas de viagem Roma

 

 

 

 

 

 

Um mineiro que gosta de histórias, e acha que escrever e ler é o melhor passatempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *