Fado em Lisboa: Adega do Machado

Fado! Aquele estilo cantado com a alma melancólica portuguesa, que algumas vezes leva o intérprete às lágrimas enquanto entoa melodias tristes sobre saudade, corações partidos e outros temas de igual teor. O fado é considerado patrimônio cultural imaterial da humanidade pela UNESCO. E, depois dessa introdução, resta a pergunta: onde ouvir fado em Lisboa?

Passeando pela cidade você verá alguns restaurantes que apresentam shows de fado em determinados dias e horários, normalmente no começo da noite. Na minha primeira visita à Lisboa fui a um restaurante de fado famoso no Bairro Alto chamado Adega do Machado.

Adega do Machado e o lugar em que os intérpretes apresentam o fado aos ouvintes. Onde ouvir fado em lisboa

Adega do Machado e o lugar em que os intérpretes apresentam o fado aos ouvintes

Vale sempre se informar no local sobre eventuais mudanças, mas o esquema lá é o seguinte: você pode reservar um jantar ao som de fado, que sai num valor salgadinho; ou ir depois do horário da janta, com uma consumação mínima de 15 euros (preço em 2017), que é a recomendada se você estiver com o orçamento mais apertado.

Os fadistas se revezam, num esquema de 20 minutos de música e 20 minutos de descanso, mais ou menos. Então você pode tomar seu vinho tranquilo e conversar nos intervalos, se estiver acompanhado, para silenciar quando os fadistas começam entoar suas músicas ao som da guitarra portuguesa.

O ambiente da Adega do Machado tem um toque puxando um pouco mais pro refinado do que pro casual: paredes creme com cortinas negras, mesas com toalhas brancas, ambiente com luz mediana e quadros pela parede. O maior quadro do local, que retrata três fadistas se apresentando, é o local onde os fadistas se apresentam. Se você estiver casualmente vestido, entretanto, não há problema, pois o local não me cobrou um dress code refinado.

A apresentação é linda, com intérpretes muito bons!

A Adega do Machado ainda oferece o “Fado Inside The Box”, que consiste num minitour pelo restaurante, seguido de uma apresentação de 45 minutos, acompanhado de uma taça de vinho, dois petiscos, pão e azeite. Ocorre todo dia às 17:00, e também me pareceu interessante.

Outra modalidade, por assim dizer, de fado é o que eles chamam de “fado vadio”, que acontece em alguns lugares no bairro da Alfama. Basicamente consiste em cantores amadores de fado, mas pelo que eu já li por aí os caras são muito bons. Você chega a desacreditar que não sejam profissionais. Essa modalidade eu ainda não consegui assistir. Quando eu conseguir, eu venho contar aqui!

Se quiser se aprofundar um pouquinho mais no estilo antes de ir a Portugal, sugiro que ouça a eterna rainha do fado em Portugal, Amália Rodrigues. Você pode até achar que não conhece, mas é muito provável já ter ouvido “Uma Casa Portuguesa”:

Quatro paredes caiadas
Um cheirinho á alecrim
Um cacho de uvas doiradas
Duas rosas num jardim
Um são josé de azulejo
Mais um sol da primavera…
Uma promessa de beijos…
Dois braços à minha espera…
É uma casa portuguesa, com certeza!
É, com certeza, uma casa portuguesa!”


Todos os caminhos levam a:

ADEGA DO MACHADO

Onde: Rua do Norte, nº 91, Bairro Alto, Lisboa.

Quando: Aberto todos os dias das 19:30 às 02:00. Reservas, bem como informações sobre as apresentações de fado, pelo email adegamachado@fadoandfood.pt

Site oficial: https://www.adegamachado.pt/pt/

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *