Hambúrguer de Hamburgo

Uma das grandes graças das viagens está nas furadas nas quais inevitavelmente a gente se mete. Eu me lembro de ter lido, antes da minha primeira viagem para a Europa, que Hamburgo era a cidade que inventou o hambúrguer, apesar de o lanche ter sido popularizado nos Estados Unidos. A última parada na Alemanha, antes de seguir para Amsterdam, era justamente a cidade inventora da iguaria.

Eu conhecia mais a cidade de Hamburgo por ser a cidade na qual os Beatles tocavam no começo de carreira. Eles tocavam por horas nos bares de lá, mas isso é outra história que só interessa a fãs como eu. Não fomos lá pelos Beatles, mas estávamos lá pelos hambúrgueres.

O belo edifício da Prefeitura de Hamburgo ao anoitecer

O belo edifício da Prefeitura de Hamburgo

Precisamos comer um hambúrguer na cidade que inventou o hambúrguer!

O primeiro restaurante no qual entramos tinha um cardápio em alemão. Nada de inglês pros turistas (nós) que só sabiam falar danke! em alemão. Mas nada ali parecia hambúrguer. Saímos em busca de outro lugar. Passamos por um fast food local (que certamente fazia hambúrgueres) e ignoramos, queríamos um restaurante legalzinho para provar o hambúrguer de Hamburgo.

Andamos quadras e quadras, até achar um restaurante que tinha algo parecido com “hamburguer” no nome. O lugar era abaixo do nível do solo, descemos um lance curto de escadas, escolhemos uma mesa e sentamos. Pedimos hambúrguer. Não faziam hambúrgueres. O nome do lugar era um maldito falso cognato! Deveria estar se referindo a Hamburgo, não a hambúrguer.

Sabe o fast food que ignoramos? É, foi lá que fomos provar o hanbúrguer de Hamburgo. O hambúrguer era mais ou menos. Não era ruim, mas não era nada excepcional. Um dos meus amigos desceu a lenha, “meia boca” seria elogio.

Até que não era ruim. E eu estava morrendo de fome, pra variar :P

Até que não era ruim. E eu estava morrendo de fome, pra variar 😛

Ele pagou a língua, porque a nossa janta acabou sendo lá também.

Tenho certeza de que há bons hambúrgueres em Hamburgo, mas algumas horas de passagem pela cidade e a falta de planejamento frustraram o objetivo de conseguir um hambúrguer realmente diferenciado na cidade. Ficamos restritos a uma pequena área da cidade, onde não encontramos um ótimo hambúrguer, infelizmente.

Naquela noite fomos embora de Hamburgo, meio frustrados, rumo à Amsterdam… um hambúrguer excepcional em Hamburgo vai ficar pra próxima.

 

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *