Metropol Parasol – quando as revitalizações dão certo!

 

A radiografia é comum na maioria das cidades européias: uma região do antigo centro (mas poderia ser alguma área próxima do porto) sofre o processo de degradação com o passar dos anos, fica antiquada, vira estacionamento e, por fim, surge a ideia de revitalização da área, coroando-a com uma nova construção. Esta é a história do Metropol Parasol em Sevilha, não fosse por um detalhe: o que arquiteto Jürgen Mayer-Hermann fez foi uma obra de arte inovadora e moderna, ousada e sutil no seu diálogo com os moradores locais. Confira!

As enormes escadarias e a tão aclamada sombra do Metropol Parasol na quente Sevilha é como um casamento perfeito.

O Metropol Parasol, ou, Guarda-sol metropolitano, tem esse nome exatamente porque serve de sombra para as pessoas, visto que Sevilha é uma das cidades mais quentes da Europa.

A estrutura é realmente bonita e bela de se fotografar 🙂

A obra, que também é chamada de Las Setas de La encarnación (os cogumelos da encarnação), devido estar Localizada na Praça La Encarnación, é tida como a maior estrutura de madeira do mundo. Isso por si só já havia despertado meu interesse milhares de quilômetros de distância quando, com o google earth sobre Sevilha, avistei aquilo que parecia ser – perdão pela metáfora gastronômica – um enorme waffle.

Fonte: google earth.

O Metropol Parasol engloba 4 atrações:

(1) O Antiquarium, uma espécie de museu criado para exibir as recentes descobertas feitas durante as escavações para a construção da obra e referente ao período de dominação romana e árabe. Vale passar e dar uma olhada de curioso, mas sem maiores especulações, pois o melhor está por vir.

(2) O Mercado, como uma pequena síntese do antigo mercado público que havia no mesmo local e que foi demolido em 1983. Não cheguei a entrar e parece bem útil para os moradores adjacentes.

(3) O Piso para eventos e atrações  que fica um nível acima da rua, com fácil acesso por escadas rolantes, e de onde é possível ver os detalhes da obra de baixo para cima, a forma como foi concebida e a leveza que passa aos olhos. Novamente, perdão pena insistência, como um grande waffle.

(4) E o Mirante, com acesso através de elevadores pelo nível -1 (subsolo), e a partir do qual podemos ter uma vista de 360 graus de Sevilha e seus telhados. Para ter acesso, ao lado do elevador no subsolo há uma cabine que vende as entradas ao custo de 3 euros! Vale muito a pena porque você ganha, pelo menos foi assim conosco, a cortesia de um “free drink“. No meu caso, embora eu estivesse nas primeiras horas da manhã, não havia dúvidas: pedi um vinho branco 🙂

Metropol Parasol

Escolha um dos free drink. Bem que toda atração turística poderia ter uma cortesia \o/

A enorme estrutura de madeira é revestida de poliuretano de cor creme, e as enormes copas foram inspiradas nas abóbadas da Catedral de Sevilha, criando assim a ideia de 6 enormes guarda-sois interligados por “pontes” sobre as quais o visitante pode passar. O mais bacana da atração é exatamente isso: poder caminhar sobre a estrutura e ver a cidade em diferentes ângulos, e assim, fotografar Sevilha de longe e de perto ao mesmo tempo.

Metropol Parasol

Sevilha para todos os lados!

Todos os caminhos levam a:

Metropol Parasol

Onde: Plaza La Encarnación.

Quando: aberto de 10h30 às 00h00 de domingo a quinta-feira, sendo que na sexta-feira e no sábado fica aberto até 01h00.

Quanto: 3 euros com direito a bebida de cortesia para tomar no restaurante localizado no mirante

Um mineiro que gosta de histórias, e acha que escrever e ler é o melhor passatempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *