O que fazer em Budapeste: Castelo de Buda grátis e Distrito do Castelo

A primeira dica desse post é: se você nunca cogitou Budapeste como um dos principais destinos numa viagem à Europa, coloque esta cidade entre as suas prioridades. Uma cidade linda, bacana, cheia de história e cultura que une o melhor dos mundos: ares europeus e custo baixo. Sim, a cidade é barata, principalmente comparada a capitais mais caras da Europa como Londres ou Paris. É o leste europeu que se popularizou turisticamente, mas que ainda continua viável financeiramente.

O que fazer em budapeste: Castelo de Buda e Distrito do Castelo

Neste post eu vou falar um pouquinho sobre um dos principais pontos turísticos da cidade, o Castelo de Buda. Essa dica vai para o viajante em modo econômico.

O Castelo de Buda é um lindo complexo que hoje abriga biblioteca, galeria de arte e museu. Para estes acessos, a entrada é paga. Entretanto, pra passear pelos jardins e por todo o bairro chamado Distrito do Castelo não se paga nada! E vale muito a pena.

O que fazer em budapeste: Castelo de Buda e Distrito do Castelo
Castelo de Buda

Assim você pode fazer um passeio a baixo custo e inesquecível. Inesquecível porque do auto de Buda você tem uma visão sensacional da cidade e de pontos chave como o Parlamento e a Ponte das Correntes. É da colina do Castelo de Buda que você vai levar algumas das melhores fotos de Budapeste.

Vamos aos detalhes práticos:

Como chegar

Dá pra chegar a pé, dá pra chegar sem nenhum esforço. Atravessando a Ponte das Correntes para o lado de Buda, você notará por ali o funicular que leva até o alto do Castelo, que é o modo mais tranquilo e sedentário de se chegar lá. Ainda por ali, há outros meios de transporte e você será abordado por eles.

Se quiser ir a pé, dá pra ir pela ladeira ao lado do funicular ou pelas escadas ao lado da Ponte das Correntes.

Tempo de passeio

O passeio com os pontos aqui elencados possui duração variável. Passeando com calma pelos monumentos, tirando, fotos, curtindo e se perdendo um pouco pelas ruas, espere gastar um turno: uma manhã ou uma tarde são suficientes para fazer o passeio com calma. Se for visitar internamente os monumentos, é passeio pra um dia tranquilamente. Neste caso, planeje-se para almoçar por ali.

>> Castelo de Buda e vista de Peste <<

A vista de Budapeste
A vista de Budapeste

No dia do nosso passeio por lá havia um a mais: estava ocorrendo um casamento no Castelo, de modo que uma parte dele estava fechada para convidados ($$$). O passeio pelo entorno é super gostoso e de lá você vai fazer fotos com uma vista linda: o prédio icônico do Parlamento, o Rio Danúbio, a Ponte das Correntes e toda a beleza da cidade se descortinarão para você. Se o céu estiver azul, o panorama é digno de um quadro.

>> Comer: Korona Káveház <<

O que fazer em budapeste: Castelo de Buda e Distrito do Castelo e Café Kavehaz

Fizemos um lanche no Korona Káveház, que fica ali pertinho do Castelo. Atendimento bom, ambiente bonito e comidinhas gostosas, com mesas internas e externas. Cobram 15% a título de taxa de serviço.

>> Igreja de Matthias, Bastião dos Pescadores e Estátua de São Estevão <<

Recomendo a curta e agradável caminhada do Káveház para a Igreja de Matthias. As ruas do Distrito do Castelo são muito gostosas de percorrer e vão te levar a três atrações próximas umas das outras:

  • Igreja de Matthias: igreja católica construída há mais de 500 anos, de arquitetura imponente. Caso queira visitar, a entrada é paga.
Igreja Mathias Distrito do Castelo
  • Bastião dos Pescadores: acho interessante a relação do número sete com a construção de cidades europeias: as sete colinas de Roma, as sete colinas de Lisboa e, aqui, as sete tribos fundadoras da Hungria. O Bastião dos Pescadores é formado por sete torres que simbolizam e homenageiam essas tribos que fundaram o país. A vista pra Peste é sensacional.
O que fazer em budapeste: Castelo de Buda e Distrito do Castelo
Qual é a melhor vista? Esta ou do Castelo?
  • Estátua de São Estevão: Estevão foi o primeiro rei da Hungria e a sua estátua fica no centro da praça do Bastião do Pescador.
O que fazer em budapeste: Castelo de Buda e Distrito do Castelo
Praça do Bastião do Pescador

Fizemos o passeio à tarde e ao pôr do sol já estávamos de volta a Peste. Se ficar no Distrito do Castelo e ver o sol se pôr, vem aqui me contar como é. Ver Peste iluminada lá de cima também deve ser uma experiência interessante. Que vai ficar pra minha próxima visita à cidade. 😉

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *