O que fazer no Rio de Janeiro: Jardim Botânico

Há dois passeios no Rio de Janeiro que formam um combo perfeito, pela proximidade e pela afinidade: Parque Lage, do qual já falamos no blog (leia aqui) e o Jardim Botânico, do qual passo a falar.

Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Jardim Botânico do Rio de Janeiro

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro possui mais de 200 anos de história: foi fundado em 1808, fruto de uma ordem de Dom João VI, que queria instalar uma fábrica de pólvora e um jardim para cultivar espécies de outros países. Na época, o jardim era chamado de Horto Real.

Jardim Botânico do Rio de janeiro

Após a aclimatação e o cultivo de diversas espécies de plantas, o Jardim Botânico passou a ser usado como espaço de lazer, mas apenas para os integrantes da alta sociedade da época. Após a independência do Brasil, em 1822, toda essa exclusividade começou a cair por terra e aos poucos o acesso se tornou mais amplo.

O nome Jardim Botânico foi adotado a partir de 1890. Entre as personalidades que passaram pelo Jardim Botânico, podemos citar Albert Einstein e a rainha Elizabeth II.

Acho que você já se convenceu de que o lugar tem história.

Um lago bucólico em meio ao jardim

As plantas que lá estão contam cada uma com uma história diferente também. O Jardim Botânico foi sendo plantado ao longo de décadas, e perto das diversas espécies de plantas por ali espalhadas você encontra placas explicando de que espécie se trata e contando um pouco sobre elas. Inclusive há uma estufa com plantas carnívoras, explicando como elas se alimentam e como elas atraem suas presas.

O ambiente do Jardim Botânico é incrível: tons e sobretons de verde espalhados ao longo de toda sua extensão, misturados a lagos e desenhos de paisagismo belíssimos.

Jardim Botânico Rio de Janeiro

Uma das partes mais famosas do Jardim é o corredor de palmeiras imperiais. O nome faz total sentido: a Palmeira Imperial realmente foi trazida ao Brasil durante o Império, em 1809. Originário das Antilhas, o exemplar original plantado em 1809 foi atingido por um raio em 1972. Todas as palmeiras do corredor do Jardim Botânico descendem desta primeira, cujo tronco foi preservado e está exposto no Museu Botânico.

As fantásticas palmeiras imperiais
As fantásticas Palmeiras Imperiais

Dica prática para a sua visita: é uma boa ideia usar repelente. O Jardim Botânico pode render várias picadas, o que faz total sentido, considerando o rico ambiente de natureza em que estamos.

Palmeiras Imperiais do jardim Botânico

Dica prática de número dois: se for fazer o combo Parque Lage + Jardim Botânico e bater a fome, entre os dois pontos turísticos fica o Jóia Carioca (Rua Jardim Botânico, 594). A feijoada dali é super saborosa, recomendo!

Passe o repelente e aproveite a visita!

Todos os caminhos levam a:

JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO

Onde: Rua Jardim Botânico, 1008 

Quando: todos os dias, das 8 às 17 hs. 

Quanto: R$ 15 a entrada (inteira), pagamento em dinheiro.

Site: http://jbrj.gov.br/


Sigam o Blog Todos os Caminhos nas redes:


Como Planejar Viagens

Como planejar uma viagem? Como estimar um orçamento? Como elaborar um roteiro? Neste livro, mostro como planejar desde o bate e volta para a praia até uma viagem para o exterior, de um modo simples e com exemplos práticos de orçamentos e de roteiros.

No final, você vai conseguir viajar melhor, em sintonia com seus interesses e sem gastar mais do que o necessário para isso. Adquira na Amazon neste link.

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *