Passeio de domingo em Buenos Aires – Feira de San Telmo

 

Feira de San Telmo

Apresentações de tango ao ar livre em Feira de San Telmo

San Telmo é a maior feira de Buenos Aires, acontece todos os domingos e costuma reunir um público estimado em 10 mil pessoas. Está localizada no boêmio bairro de San Telmo. É um programa de domingo, que mistura turistas e locais, e onde há de tudo um pouco: artesanatos, comidas típicas, tango na rua, mate, cultura porteña, mercado de pulgas, discos velhos e livros de bordas amareladas (bueno!), antiguidades, entre muitas outras coisas.

A via central por onde se estende a feira de San Telmo é a Calle Defensa, mas ela vai se ramificando e ganhando outros espaços. Há muita coisa para se ver. Acabei trazendo uns marcadores de livros feitos em couro (um ótimo souvenir para os amigos letrados) e os cadernos revestidos em tecido (futuros diários de viagem?!), bem como algumas camisetas, que curto usar em domingos tranqüilos pela avenida paulista.

Feira de San Telmo

A Feira de San Telmo é isso: um emaranhado de coisas diferentes e interessantes (ou não, rs)

Mundo Mafalda

Além da feira em si, há algumas coisas bacanas para se ver e fazer, como, tirar uma foto ao lado da pequenina estátua de Mafalda. A ideia de fazer uma estátua pequena (em tamanho natural de uma menina de 6 anos, idade da Mafalda) foi a escolha mais acertada, pois é uma forma de trazer o adulto para o universo infantil dos quadrinhos onde Mafalda vive intrigada questionando esse mundo maluco em que vivemos.

Vale dizer que a esquina onde Mafalda está sentada no banquinho é onde o cartunista Quino criou a personagem que, de tão popular em Buenos Aires, tem uma praça com seu nome (Plaza Mafalda).

Feira de San Telmo

Mafalda e o disputado banquinho para fotografar ao lado desta inquieta menina

Outro ícone da Feira é o Mercado de San Telmo, que existe desde 1897 e possui vários expositores de antiguidades. Para achar algo que agrade, você terá que andar bastante e mergulhar no emaranhado de artigos vintage e retrô. Confesso que eu curto aqueles candeeiros antigos e as demais coisas relacionadas a luz como, luminárias, abajures, candelabros, arandelas, lampiões, etc.

Feira de San Telmo

Quando a gente encontra uma loja de interesse pessoal

Ao longo do percurso, se bater aquela fome, a sugestão que dou é ir à Gran Pizzeria los talentos, que fica na esquina da calle defensa com a calle Estados Unidos. Tivemos uma boa experiência no lugar comendo boas empanadas com ótimos preços.

Feira de San Telmo

Pizzeria Los Talentos – ótimas empanadas a preços melhores ainda

Estando por ali, aproveite também para conhecer a Igreja e Convento de Santo Domingo. Na frente há um mausoléu imponente dedicado a Manuel Belgrano. Nunca ouviste falar? nem eu, mas ele ficou eternizado por ter sido o criador (diseñador) da bandeira da Argentina, em que figura o celeste, o blanco e o oro. Aliás, não muito longe dali, na Plaza de Mayo e de frente para a Casa Rosada (CLIQUE AQUI para um post sobre visita à Casa Rosada), há um monumento dedicado ao general Manuel Belgrano.

Todos os caminhos levam a:

Feira de San Telmo

Onde: Plaza Dorrego e ao longo da Calle Defensa, no bairro de San Telmo.

Quando: das 10h00 às 17h00. Melhor concentrar o passeio na parte da manhã, pois no fim do dia vai estar absurdamente cheio.

Um mineiro que gosta de histórias, e acha que escrever e ler é o melhor passatempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *