Pirog, a torta salgada russa

Nas minhas aulas de russo, a professora foi bem enfática ao dizer que não poderíamos deixar de provar a torta salgada russa quando fôssemos para lá. Eu jamais discutiria com um nativo, de forma que anotei isso no meu caderninho de viagens: provar a torta russa, chamada de пирог (pirog) em bom russo. Ela deu nome e lugar: штолле (Stolle), um restaurante especializado em tortas em com uma grande variedade de sabores, em São Petersburgo.

Essas tortas...
Essas tortas…

Estando a comida tão intimamente ligada com a experiência de viagem, e sendo a torta salgada um prato que eu amo comer no Brasil e que eu adoro fazer em casa, guardei essa dica com muito carinho.

Uma vez em São Petersburgo, fomos à Stolle e a experiência foi sensacional. Os sabores realmente eram bem variados: legumes, legumes com ovo, carne, frango, coelho, tortas doces… e a dica realmente não foi dada à toa: a torta é saborosíssima, com uma massa maravilhosa e super bem recheada, uma delícia! Tanto que eu coloquei a torta da Stolle como um dos programas imperdíveis em São Petersburgo (leia aqui).

Essa torta...
Essa torta…

A Stolle fica na avenida Nevsky, 11/2, pertinho do Museu Hermitage, em uma região super bacana de São Petersburgo, então ela vai aparecer no seu caminho facilmente. Uma visita ao Hermitage casa super bem com uma parada para se deliciar com as tortas da Stolle, inclusive.

Entretanto, a Rússia pode não estar nos seus planos de viagem em um futuro próximo. Nem por isso você deve deixar de provar essa iguaria!

Em São Paulo, as feiras do Leste Europeu que acontecem na cidade podem propiciar a oportunidade de experimentar estes e outros pratos da cultura russa e do leste europeu. Outra opção, que muito me agrada, é fazer a torta russa em casa! Pesquisando para o post achei um vídeo bem legal no youtube, que ensina como fazer a torta salgada russa:

Assim, não há mais desculpas para provar essa iguaria! Se fizer em casa, conta pra gente o resultado! E quando provar a torta lá na Rússia, vem comentar aqui também o que achou. 😉

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *