Singapura e a experiência de ficar no Marina Bay Sands

Marina Bay Sands

Marina Bay Sands e sua arquitetura arrojada e futurística. Do alto do Skypark (enorme estrutura em formato de barco) a melhor vista da cidade de Singapura.

A minha primeira impressão da cidade de Singapura é que ela parece um parque temático, ou, na visão de seus cidadãos, uma cidade-jardim, tamanho os investimentos em arborização, canteiros de flores e atrações turísticas bem orquestradas com a dinâmica urbana. Não há como chegar numa cidade dessas e não se encantar pela mistura de tecnologia e natureza, segurança e organização. E nessa harmonia mandalística, o hotel Marina Bay Sands é o maior ícone da cidade e para onde todos os olhos se dirigem. Poder se hospedar neste hotel, mesmo que seja apenas uma diária, é um diferencial que tornará sua viagem ainda mais inesquecível. Do alto de suas torres você tem a melhor visão. O esforço vale a pena e eu explico o porquê.

Singapura é uma cidade-estado localizada no sudeste asiático, constituída por 63 ilhas. Nas últimas décadas, este país, após reformas triunfantes, experimentou um acelerado desenvolvimento econômico, tornando-se hoje em um grande símbolo de prosperidade, tecnologia e educação. É nesse contexto que surge o hotel de 5 estrelas “Marina Bay Sands”, corando uma cidade rica com um empreendimento ímpar de ousadia magnânima: sua arquitetura representa um degrau acima de ambição no novo milênio que se abria. Se havia dúvidas, com toda sorte de especulações em iniciativas como esta, elas se dissiparam quando o hotel abriu as portas em 2010. Não seria nenhum exagero dizer que depois disso Singapura nunca mais foi a mesma.

O hotel Marina Bay Sands e suas facilidades

A primeira coisa que chama a atenção no Marina Bay Sands é o tamanho. São 3 torres de 55 andares, com muitas opções de quartos/suítes (dizem que tem 2.560 quartos), diferenciados conforme o tamanho, o andar, a vista, e outros luxos possivelmente embutidos.

Marina Bay Sands

Interior do Marina Bay Sands é igualmente grandioso e monumental. Várias opções de restaurantes no térreo, além de conveniências.

A cereja do bolo?

No Skypark (plataforma em formato de barco no topo do edifício, que liga as 3 torres), o acesso à maior piscina de borda infinita suspensa do mundo, com uma visão estonteante para a Baia de Singapura e todo o seu skyline de edifícios modernos e ostentosos.

Marina Bay Sands

Uma vista parcial da piscina – infinity pool, com sua borda infinita emoldurando o horizonte da cidade. Sem dúvidas, o melhor lugar para tirar a fotografia inesquecível de Singapura.

Além disso, do lado oposto, temos os modernos e ultrajantes jardins do Gardens by the bay, uma visão futurística de floresta urbana do século XXI. O Marina Bay Sands possui uma passarela de acesso direto ao Gardens by the Bay, que fica aberta das 8h às 23h. Toda facilidade é louvável.

Gardens by the bay

Gardens by the bay – que funciona das 5 da manhã às 2 horas da madrugada. Amplos espaços para caminhar e ver os cidadãos locais também se exercitando, seja no começo ou no fim do dia.

De frente à Baia de Singapura, com seus barcos levando e trazendo turistas ao longo do dia, você terá o show gratuito de luzes e águas chamado Spectra. Eu, particularmente, não costumo gostar dessas coisas ‘espectaculosas’ e confesso que fiquei muito impressionado. É lindo de doer. Veja o horário em que acontecem as apresentações AQUI.

Spectra

Spectra – o show de luzes e águas que acontece todas as noites em frente ao Marina Bay Sands. Imperdível, acredite!

 

A experiência

Chegamos ao Marina Bay Sands após 2 vôos de 12 horas, fazendo escala em Paris. O hotel é um pouco grande e impessoal, isto é verdade, mas isso não foi nenhum problema. E chega a ser até conveniente para quem deseja passar despercebido.

O quarto e o Club 55

Depois de certa pesquisa, além de todas as maravilhas que o hotel tem a oferecer, optamos pela categoria Club Room, que são quartos que dão acesso ao Club 55. O Club 55 é uma espécie de categoria VIP dentro do Marina Bay Sands, onde além de alguns mimos, você tem acesso ao restaurante localizado no 55º andar (o último das torres, pois acima dele existe a plataforma em formato de barco). Neste restaurante exclusivo você pode escolher tomar o café da manhã (só quem faz parte do club pode tomar café nele) e acesso gratuito ao chá da tarde, também exclusivo aos membros do club, com drinks e canapés variados. A oferta de produtos, a vista e a tranquilidade do lugar (lembre-se que estamos falando de um hotel-cidade) vale o investimento.

A piscina do hotel (infinity pool), voltada para a baia de Singapura, é um dos grandes atrativos do skypark, e apenas os hóspedes do hotel podem ter acesso. Para uma cidade quente como Singapura, poder-se refrescar entre um passeio e outro, numa piscina que fica aberta das 6h da manhã às 11h da noite, é um convite irrecusável. Para isso, esteja sempre com o cartão do quarto em mãos. É tudo muito intuitivo, e a entrada para a área da piscina é feita após a validação do cartão nas catracas de acesso. Ao entrar na área da piscina, existem alguns pontos de acesso com toalhas limpas, basta pegar a sua e escolher uma espreguiçadeira desocupada.

Marina Bay Sands

Em certos horários a piscina estará cheia, mas o fluxo de entra e sai é grande. Ache sua espreguiçadeira e aproveite a maior piscina rooftop de borda infinita do mundo.

Outro atrativo do Skypark é o Observation Deck, uma área que é aberta também ao público em geral (ao custo de 23 dólares de Singapura), isto é, até para quem não está hospedado no hotel. Está localizado na proa (frente) da plataforma e dá uma visão bem completa da cidade (baia de Singapura, Gardens by the bay, etc).

Marina Bay Sands

Vista do Deck de observação. Uma cidade incrível, moderna, que para todos os lados tem uma boa atração te esperando. Para nós brasileiros Singapura fica longe (so far), mas oferece tantas opções, que voltar se torna uma meta.

Nossa estada por Singapura foi breve. Em 2 dias conseguimos ver o básico, mas fiquei com uma certeza absoluta de querer voltar. É o destino perfeito para umas férias com a família, além de ser uma ótima porta de entrada para todo o sudeste asiático.

Todos os caminhos levam a:

Marina Bay Sands

Onde: 10 Bayfront Avenue, Singapura.

Um mineiro que gosta de histórias, e acha que escrever e ler é o melhor passatempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *