Uma caminhada por um lugar chamado Notting Hill

É meio impossível dissociar o charmoso bairro de Notting Hill do filme Um Lugar Chamado Notting Hill e das suas simpáticas casinhas coloridas. Neste post, apresento algumas dicas para visitar o bairro e aproveitar algumas das atrações que ele tem a oferecer.

 Muito do que o bairro oferece de bacana e de mais turístico está na Portobello Road e arredores. Para chegar aí, se você descer no metrô Notting Hill Gate Station, você sai no extremo final da Portobello Road; a Ladbroke Grove Station, que fica a uma quadra da Portobello Road, fica no seu extremo oposto. Há diversas paradas de ônibus nos arredores também.

É nessa avenida que funciona o Portobello Market, aos sábados, uma das feiras de rua mais tradicionais de Londres. Você vai encontrar desde comida a antiguidades nas barraquinhas ao longo da rua. É um programas clássico de sábado em Londres. Nos outros dias, somente uma parte da feira funciona. As barraquinhas de antiguidades, por exemplo, só estarão lá aos sábados.

Se você quiser dar uma passeada pelo bairro, mas não estiver interessado na muvuca da feira, vale a visita em outro dia da semana.

Caminhando pela Portobello Road, procure pela rua Debingh Terrace, uma das travessas da Portobello. As casas coloridas se espalham por diversas ruas do bairro, mas nesta rua há um conjunto especialmente simpático e fotogênico. Lá você poderá fazer fotos como estas:

Notting Hill

Notting Hill

Notting Hill

 

Para os fãs do filme…

No número 13-15 da Blenheim Crescent funciona a livraria The Notting Hill Book Shop, que inspirou a livraria de viagens que aparece no filme.

Notting Hill Bookshop

The Notting Hill Bookshop

Verdade seja dita, a livraria que realmente inspirou a livraria de viagens do filme foi a The Travel Book Co., que funcionou no endereço até 2011, quando fechou e deu lugar à The Notting Hill Book Shop, que manteve o interior e a fachada intactos. Ou seja, tá valendo.

Apesar de inspirado pela Travel Book Co., o local real de filmagem é o número 142 da Portobello Road, onde funciona uma lojinha de lembrancinhas chamada: Notting Hill! 😛

No filme há um jardim privado que o casal de Hugh Grant e Julia Roberts invade à noite, por brincadeira. Para isso, eles pulam o portão do jardim. Este local é o Rosmead Gardens, que fica na Rosmead Road.

Rosmead Gardens

Rosmead Gardens

A porta azul da casa do William (Hugh Grant) fica no número 280 da Westbourne Park Road. A porta original foi leiloada, e ali temos uma substituta boa o suficiente para fazer fotos. 😉

 

Para comer…

Para comer, você pode se aproveitar das comidinhas da feira de Portobello Road. Se quiser um lugar para comer e descansar das andanças por ali, o Eletric Diner tem ambiente bacana e serve café da manhã, brunch e um burger bem honesto, além de drinks e outras coisas mais. Fui no sábado à tarde com duas amigas e havia espera. Se for o caso, deixe seu nome e vá bater um pouco de perna até dar a hora.

Eletric Diner Notting Hill

Burger do Eletric Diner

No número 4 da Bleinhein Crescent há uma livraria inusitada chamada Books for Cooks. Os livros ali vendidos são todos sobre culinária e, nos fundos da livraria, há um pequeno restaurante com um menu diferente todos os dias a preços bem convidativos. As mesas são poucas e o lugar enche. Eu mesmo não consegui ir porque já estava cheio. Você pode saber mais sobre esta livraria/restaurante num post já antigo do Londres para Principiantes, neste link.

Abaixo, um mapinha com os principais pontos dessa caminhada, começando no metrô Notting Hill Gate e terminando no metrô Ladbroke Grove.

Espero que tenha gostado e que este post lhe proporcione uma agradável caminhada neste lugar chamado Notting Hill. 😉

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *