Viagem a Orlando: comece por aqui!

Uma viagem para Orlando sempre remete a diversão, não tem jeito. E o destino é digno de empolgação, já que há muita coisa legal demais da conta a se fazer, pra todos os gostos e idades.

Mickey em trajes de Safari

É o Mickey, cara, é o Mickey!!! 😛

Só que antes da viagem vem o planejamento e, para um bom planejamento, nada melhor do que informação.

Neste post vou dar algumas noções básicas do que se considerar em uma viagem a Orlando e do funcionamento de algumas coisas lá. Como o post ficou meio extenso, resolvi dividí-lo em três partes. Este post é a parte 1 e se destina a falar do funcionamento básico dos ingressos de parques em Orlando e de comida na terra do Mickey.

Let’s go folks!

 

1.INGRESSOS

Mickey

🙂

Os ingressos possuem um funcionamento específico. No geral, você compra o ingresso para um número de dias e distribui pelos parques da forma que achar mais conveniente.

Vamos a um exemplo prático: você vai ficar 10 dias em Orlando e resolve comprar o ingresso Disney para 5 dias. Isto significa que você tem direito a 5 entradas. Um dia você pode entrar no Magic Kingdom, outro no Epcot, outro no Animal Kingdom, outro no Hollywood Studios e num último você pode repetir o Magic Kingdom, que foi o que eu fiz.

Magic Kingdom iluminado à noite

Magic Kingdom

Se quisesse, você poderia ir cinco dias só no Magic Kingdom. Ou dois no Magic Kingdom e três no Hollywood Studios. Enfim, você compra o número de entradas, mas decide em quais parques do complexo utilizá-las. A pegadinha é que, se você for, no mesmo dia, no Magic Kingdom, sair de lá e for para o Hollywood Studios, isto é contado como duas entradas gastas. Se você fizer três parques no mesmo dia, três entradas gastas.

Acho que deu para pegar a lógica, certo?

Nos parques da Universal a lógica é idêntica, mas eles possuem uma opção de ingresso, o Park-to-park, que permite a você entrar nos dois parques do complexo no mesmo dia. O ingresso com esta opção é mais caro do que o ingresso comum, mas o preço vale a pena, principalmente para fãs de Harry Potter \o/, porque somente com essa opção é possível pegar o trem que leva de Londres para Hogsmeade e vice-versa. Londres está no parque Universal Studios e Hogsmeade, no Islands of Adventure.

Entrada do parque Universal, à noite

Universal Studios

Assim, há um bom apelo para comprar o ingresso com a opção Park-to-Park. Ainda, este tipo de ingresso é indispensável para quem só tiver um dia para aproveitar os dois parques da Universal, já que permite visitar os dois no mesmo dia.

Sobre os ingressos, ainda convém dizer que há vários combos possíveis. Na Disney, por exemplo, você pode comprar também os ingressos dos parques aquáticos do complexo, que estão separados dos ingressos dos parques clássicos.

Você pode comprar os ingressos nos sites de operadoras de turismo, em agências de turismo físicas, nos próprios sites dos parques, neste caso em dólar, ou nas bilheterias dos parques. É mais interessante sair com o ingresso comprado já do Brasil. Em agências de turismo e em sites de operadoras de turismo você tem a vantagem de poder parcelar o valor. Vale comparar os preços, para ver qual é mais vantajoso, não esquecendo que nos sites dos parques a compra é em dólar, com incidência do IOF de 6,38%.

Outra fonte menos óbvia é o site de compras do blog Vai Pra Disney, blog absolutamente essencial para quem vai a Orlando, que eu recomendo a leitura e que me ajudou imensamente no planejamento da viagem para lá. Não cheguei a comprar os ingressos dos parques com eles, mas comprei para a Orlando Eye e funcionou perfeitamente, nota dez. Eles também possuem um post hiper detalhado para quem quiser saber mais sobre ingressos, o qual você pode ler aqui.

 

2.COMIDA

Funnel cake, um dos doces clássicos dos parques Disney, com morangos em cima, chantily ao redor e um tipo de torata de maçã com açucar de confeiteiro na base

Funnel cake, um dos doces clássicos dos parques Disney

Hora de se acabar em fast food, certo? \o/ Não necessariamente. Sua viagem será apenas à base de fast food se, e somente se, você quiser.

Digo, é meio que inevitável fugir do fast lá, porque é uma opção a mão, relativamente prática e presente em tudo que é canto. Sem contar que há algumas opções de fast food e de bobagens em geral realmente memoráveis e que valem a pena. Entretanto, opções mais saudáveis e com mais cara de comida mesmo existem em bom número também, tudo é uma questão de pesquisa.

Hot dog, refrigerante e batata chips

Trash food básica

Comecemos pelos parques. Tenha em mente que comida que não seja hambúrguer, batata frita ou pizza no geral custará mais. Você pode, e deve, levar snacks na mochila para comer durante o dia: frutas, salgadinhos, biscoitos, tudo isso está ok. É indispensável levar uma garrafinha d’água também, há vários bebedouros para abastecê-la pelo parque. Felizmente a água da torneira é potável nos Estados Unidos. Economia sempre bem-vinda. 😉

O site da Disney lista os restaurantes do complexo, inclusive com a faixa de preço, e dá uma boa ideia do que você encontrará lá e de quanto você gastará. Você pode consultar o site neste link.

Uma compra básica no Walmart pode poupar uns bons dólares com café da manhã e lanches ao longo do dia. Depois de passar no mercado, garantimos o café da manhã até o fim da viagem. A seção de comidas e a infinidade de opções deles é bacaníssima, dá pra pegar opções bem saudáveis, só procurar.

Na parte 3, na seção de compras, eu falarei um pouco mais sobre o Walmart. 😉

Símbolo Chef Mickey's

Ainda no quesito comida, fora dos parques há mais opções de boa comida a preços melhores como, por exemplo, o Olive Garden, do qual eu falo com detalhes neste post, onde você pode comer muito bem a um preço bem mais em conta do que seria uma refeição semelhante em um parque.

Dentro dos parques, ainda há refeições temáticas, como os cafés da manhã e jantares com personagens. No café, por exemplo, os personagens vão passando de mesa em mesa, autografam diários e tiram fotos. Quanto à comida, é buffet à vontade e há uma boa gama de opções, de frutas até carne, com sucos, café, leite e afins. O preço vai de 40 a 50 dólares, sendo mais barato para crianças. Conto em detalhes como é o café com personagens neste post aqui.

Há ainda alguns doces da Disney que são imperdíveis, como o clássico Sundae (delicioso) e o diferente Funnel Cake (recomendadíssimo, não saia jamais da Disney sem provar!). Você também vai encontrar sorvetes em forma de Mickey, o Pineapple Float (uma bola de sorvete que vem boiando num copo com suco de abacaxi) e um monteeeee de doces mais. Experimente tudo o que puder! Como não podia deixar de ser, o que não faltam são doces memoráveis no mundo Disney!


Por enquanto é isto! No próximo post, falaremos um pouco sobre hospedagem, transporte e aluguel de carro em Orlando.

See you very soon! 😉

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *