Viña Cousiño Macul – degustação do tour premium

 

Cousiño Macul

Entrada da Vinícola Cousiño Macul

Ao longo do esguio território do Chile existe uma grande diversidade de vinícolas produzindo vinhos de ótima qualidade. As propriedades do solo, conjugadas com o clima de verões quentes e secos e invernos fortes produzem um terroir apropriado para o cultivo das uvas.

Para quem vai a  Santiago, um dos atrativos turísticos é poder visitar vinícolas localizadas próxima da capital. Você anda pelo centro histórico, olha para as cordilheiras e harmoniza isso num ambiente bucólico, degustando uma bebida tão antiga quanto a civilização. Salud!

Foi o que fizemos ao escolher a vinícola (viña) Cousiño Macul, localizada na Região Metropolitana da Capital de Santiago. Chegar até ela foi bastante fácil, combinando metrô até a estação Quilín (Linha azul – L4) e daí pegando um táxi no Paseo Quilín (um shopping que fica ao lado da estação) até a vinícola.

Confesso que escolhi a visita à Cousiño Macul como um dos pontos fortes de minha viagem para Santiago, reservando com antecedência o wine tour com degustação (reservas AQUI). É que eu não disse antes, mas gosto de vinhos, e embora um leigo no assunto, acho que poder combinar vinhos com viagens é realmente uma forma de enriquecer uma trip e, de cara, abastecer a adega com vinhos bons e pagando menos por isso. Algo que nos trópicos sulamericanos eu resumiria como ¡Estupendo!

Cousiño Macul

O lugar é bem bonito e preparado para receber os visitantes, com placas indicativas e um paisagismo rústico bem legal

Chegamos na Cousiño Macul por volta das 11h30. Era uma manhã fria, mas o céu estava aberto, diferente dos dias anteriores. Escolhemos o tour premium das 12h15, que saiu por 24.000 pesos (algo próximo de 124 reais por pessoa).

Cousiño Macul

Entrada da lojinha de acessórios

Enquanto aguardávamos a guia chamar o grupo para início da visita, aproveitamos estes minutos para tirar fotos e ver a lojinha de acessórios. O único item que me chamou a atenção e acabei comprando foi um cortador de lacre bem prático! Achei o preço dos vinhos bemmm mais convidativo do que em outras vinícolas que já visitei. Assim, depois da degustação e já movido por taninos, rs, trouxe um Finis Terrae (2012) e um Antiguas reservas.

Cousiño Macul

Vinhos com preços melhores até do que encontramos no jumbo supermercados

A visita se inicia na varanda do casarão, primeiramente falando um pouco sobre a história da vinícola, já que esta é dita como a mais antiga do Chile ainda em mãos da família fundadora. Dali caminhamos até as parreiras próximas, e depois para as cavas onde enormes tonéis antigos estão dispostos.

Cousiño Macul

Passeio pelas plantações

Do tour, a visita às antigas instalações foi  parte que mais gostei e acho que eles realmente tem uma herança histórica de peso. Está tudo muito bem conservado, e as minúcias de como a história de seu fundador – Luis Cousiño – se envolve com a história do Chile produz um enredo interessante. Foi tudo contado em espanhol pela guia chamada Valentina, mas pausadamente, de forma que foi possível entender, digamos, 90% do que ela disse. Destaque especial para a biblioteca de vinhos.

Cousiño Macul

A cava e os enormes tonéis

Terminado o tour, na degustação o grupo se dividiu, conforme a reserva que havia feito. Juntamo-nos a um outro casal, e entramos em uma sala já preparada para nos receber, com o vinhos já nas taças e os queijos e frutos secos já servidos. Achei tudo bem caprichado e de imediato pensei que os 24.000 pesos haviam sido bem aplicados. Eu já estava começando a ficar fã dessa viña familiar, mas com requintes de profissionalismo comprovado!

Cousiño Macul

Uma salinha primorosa para a degustação do pacote premium. Valeu cada centavo!

O enólogo chamava-se Mathias e era super simpático. Explicou com detalhes cada vinho degustado (5 no total) e o processo todo foi bem divertido! O destaque foi o vinho Finis Terrae, que fica abaixo apenas do LOTA entre os vinhos mais elaborados pela Macul. A harmonização estava muito boa, mas para a deixar perfeita eu incluiria alguns embutidos. Nada como um salaminho para acompanhar a complexidade de sabores de um vinho mais encorpado. Vale dizer que diferentemente de outras vinícolas que já visitei, a lojinha deles ao final da degustação tinha bons preços, com descontos convidativos.

Cousiño Macul

Degustação da Viña Cousiño Macul, uma ótima opção em Santiago do Chile

Todos os caminhos levam a:

Cousiño Macul

Onde: Calle Quilin 7100, Penalolen, Santiago, Región Metropolitana, Chile

Quanto: Tour regular custa 14.000 pesos por pessoa (algo como 72 reais no câmbio de 193) e o tour premium custa 24.000 pessoas por pessoa (algo como 124 reais). Além disso, existe a possibilidade de um tour de bike pelas plantações. Para mais detalhes consulte o site.

Um mineiro que gosta de histórias, e acha que escrever e ler é o melhor passatempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *