A agradável visita à Galleria dell’Academia, em Florença

Eu achei muito curioso o fato de Florença ter sido uma potência tão grande alguns séculos atrás, quando as cidades-estado italianas lutavam e davam mostras de poder, inclusive e, em grande parte, através da arte. Curioso porque a cidade, agradabilíssima a todos os sentidos, é relativamente compacta, principalmente quando comparada à Roma.

Uma metáfora da cidade de Florença é uma de suas galerias mais famosas, a Galleria dell’Academia: compacta, agradável e rica.

Uma vez lá dentro, você passa por algumas obras, entre esculturas e quadros. Logo você está no corredor principal, com obras em suas paredes e, no fim, ele.

O Davi de Michelângelo.

Davi de Michelangelo

Rápido assim??? Sim, rápido assim. Poucos minutos após entrar no museu, você chega à sala ampla que abriga o Davi.

O Davi é a principal obra da galeria, com um notório destaque e não por acaso. A escultura é impressionante, enorme (mais de cinco metros de altura) e com um nível de realismo impressionante, esculpida em um bloco único de mármore de carrara. A estrutura da galeria ajuda muito a apreciar a obra, você chega a ela muito rapidamente após entrar.

O Davi fica numa sala circular, então é possível admirá-lo de todos os ângulos. Na parte de trás da escultura, há bancos; acima da escultura, o teto deixa traspassar a luz natural do dia, que banha a escultura de modo a tornar a visão ainda mais bonita.

Davi visto de costas

O legal é que é bem tranquilo você fazer uma foto perto do Davi. Simplesmente não há um acúmulo insano de gente em volta da obra e parece que a logística da galeria foi pensada com essa função de fluidez. Você chega rapidamente ao Davi, pode fazer sua foto e admirá-lo com total calma, antes de seguir pela Galeria.

Davi de Michelangelo

Ao passar pelo Davi, seguindo pela esquerda, fui levado por um novo corredor com mais obras, ao final do qual há uma sala com várias e interessantes esculturas.

Esculturas na Galeria da Academia

 

Esculturas na Galeria da Academia

Seguindo pela galeria, há uma escada que leva ao andar superior, que possui outras obras, muitas delas pequenos painéis de caráter religioso. Após apreciar tudo, descendo as escadas você terminará na lojinha, com souvenirs e livros de arte.

Pequenos painéis com cenas religiosas

Os pequenos painéis

Salão do andar superior: amplo e com visual clean

Salão do andar superior: amplo e com visual clean

A Galleria dell’Academia é um passeio recomendado mesmo para aqueles que não são fãs de museu, pois é muito rápido e tranquilo. Diferente dos museus que possuem um sem número de obras em exposição, a Academia é sucinta na apresentação de seu acervo, mas não por isso menos rica. Só o grandioso Davi já valeria a visita, mas todo o conjunto argumenta para que você vá à Academia na certeza de um encontro breve, porém prazeroso, com um pedaço da arte italiana. Um pedaço de altíssimo nível.


Todos os caminhos levam a:

Galleria dell’Academia

Onde: Via Ricasoli 58-60, Florença

Quando: de quarta a domingo, das 8:15 às 18:50; e terça feira, das 8:15 às 22:00. Horários podem ser consultados aqui.

Quanto: 12 euros comprando online, já incluída taxa de reserva que eles cobram (preço em 2016). O preço pode ser maior se houver alguma mostra temporária. Você pode comprar os ingressos online neste link.

Site oficial: www.accademia.org/it/

Sou servidor público, paulistano e fã de Beatles. Viajar me dá motivos para escrever e escrever me dá desculpas para viajar. Tenho um calendário em casa e um na mesa do trabalho, no qual planejo feriados, férias e viagens.

2 comentários sobre “A agradável visita à Galleria dell’Academia, em Florença

  1. felipe

    Realmente muito bom este post! Conteúdo Relevante!
    Gostei bastante do site, vou ver se acompanho toda semana suas postagens ou assim que me sobrar um tempo.
    Abraços 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *