5 passeios gratuitos para um roteiro de 1 dia em Singapura

De quando você tem pouco tempo, quer ver o máximo de atrações e descobre ao fim de noite que está apaixonado pela cidade.

Singapura possui muitas atrações e minha primeira impressão é que o lugar mais parece um parque temático. Mas isso não quer dizer que seja artificial ou boring. Ao contrário, acho que é um ótimo destino de férias para passar com a família, uma interessante porta de entrada para o sudeste asiático (se vai para Tailândia, Bali, Vietnã, etc.) e um lugar que me deixou com o desejo de retorno. Quando fomos, tínhamos pouco tempo e vimos apenas o básico do básico. Por isso, este post é uma (já diziam os catedráticos) apertada síntese do que há por lá.

Mas antes, vale dizer, o Uber foi o nosso melhor amigo em Singapura. Valores razoáveis para se deslocar com eficiência e tranquilidade. Para isso é preciso ter internet móvel disponível no seu celular. Optamos pelo chip da easysim4u e funcionou muito bem, para saber mais clique AQUI.

1 Chinatown

Começamos o dia visitando a Chinatown de Singapura. É o lugar perfeito para comprar souvenirs baratinhos em barracas organizadas numa bagunça cartesiana ao estilo Singapura. Ajudou o fato de que quando visitamos, no começo da manhã, as lojas ainda estavam vazias. Além dos típicos imãs de geladeira ou chaveiros, indicamos a loja Kele Shop, que faz as melhores tortas de abacaxi da cidade. Vale a pena entrar e experimentar, pois as atendentes são muito simpáticas. As tortas vem hermeticamente bem envazadas e se conservam por meses.

Singapura

Início da Chinatown Food Street. Vários restaurantes, rodeados de lojinhas dão cor ao lugar.

 

Singapura

Os preços hiper baratos mais do que compensam uma visitinha a Chinatown.

Singapura

Faça um retrato de papel com este incrível artesão. Ele tira uma foto sua e recorta no papel vermelho o formato do seu rosto. Sem dúvidas, a melhor recordação de viagem!

Singapura

Incríveis tortas de abacaxi vendidas em latas que duram meses e são – deveras – deliciosas! A loja fica ao final da Chinatown Streed Food

 

2 Little Índia

 

A Little Índia é legal, sobretudo, se você curte artigos indianos (incensos, bijuterias, vestimentas como o Saree ou coisas do gênero). E mesmo que você não vá comprar nada disso, a diversidade de cores e cheiros desperta a curiosidade e rende boas fotos. Misture essa Índia pasteurizadamente junto a templos hindus e você se sentirá, brevemente, em terras exóticas e cheias de fábulas. O interessante dos templos é a decoração e ornamentação de deuses e diversos. Não é algo comum para nós brasileiros, o que torna o passeio bem interessante.

 

3 Gardens by the Bay

 

Os jardins da baia de Singapura (Gardens by the Bay) é um convite para tomar um ar puro e entender a relação simbiótica entre ciência e natureza. A supertrees (as enormes árvores que se despontam no horizonte) são vistas de longe e parecem uma estranha visão futurística do que podem vir a ser nossas florestas. Seria uma distopia imaginar que no futuro tenhamos florestas deste tipo? Não sei. Hoje, como são únicas, trata-se de uma curiosidade a ser saciada por turistas que não cansam de fotografá-las. A entrada do parque é gratuita, mas para percorrer as passarelas suspensas o serviço é pago.

4 Merlion e a baía de Singapura

 

O símbolo de Singapura é a figura mítica de um leão com corpo de peixe chamado Merlion, que tem uma enorme estátua em sua homenagem localizada na baia de Singapura. No idioma indonésio, singa = leão e pura = cidade. Assim, o merlion é como aquela atração que todo turista dá check in, porque mesmo não sendo de pelúcia as pessoas acham ele fofo (confesso que acabei trazendo um de pelúcia da starbucks… segredo nosso). O feixe de água sendo vertido da boca da estátua e caindo diretamente na baia de Singapura refresca a noite com as luzes ao fundo. Singapura é uma cidade quente e a sensação ao anoitecer é de liberdade.

 

 

 

5 Spectra – Show de luzes e águas

 

E para fechar essa sequencia (eficiente?!) de descobertas, fomos apreciar o Spectra – show de de luz e água que acontece todos os dias na baia de Singapura. É, na menor das definições, um espetáculo!
Os shows acontecem de domingo a quinta-feira, às 20h e 21h, e de sexta-feira e sábado, às 20h, 21h e 22h.

Um mineiro que gosta de histórias, e acha que escrever e ler é o melhor passatempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *