Dois mercados para conhecer na Cidade do México

 

Ainda falando sobre a parte gastronômica da Cidade do México, considero que um dos programas legais para se fazer é visitar os mercados da cidade. Mais especificamente, o Mercado de la Ciudadela e o Mercado de San Juan. O lado bom é que eles estão bem próximos um do outro (400 metros) e são bem diferentes entre si. O entorno destes mercados não é muito simpático, mas não tivemos qualquer problema com relação a segurança.

 

Mercado de la Ciudadela

(Das 10h Às 19h – exceto domingo até 18h)

Trata-se de um mercado de artesanato, o maior de CDMX, e que tem uma variedade de produtos incríveis, em quantidade e qualidade. Os preços são bons e, ainda assim, dá pra pechinchar um pouco e conseguir preços mais baixos. É o lugar certo para comprar os souvenirs e algo especial para si ou para a casa. Merece destaque os produtos de prata (diretamente de Taxco) e de cerâmica (vindas de Puebla). Lá você encontra também aquelas cortinas de bambu, os famosos sombreros (só para tirar uma foto) e diversos artigos de decoração e produtos de couro. Acho que La Ciudadela é um mercado interessante, bastante colorido, e cheio de corredores abarrotados de produtos. Sem dúvidas, este é um lugar que eu voltaria toda vez que estivesse na Cidade do México.

 

Mercado San Juan

(Das 9h às 17h – todos os dias da semana)

É um mercado de alimentação, voltado para o abastecimento de frutas e carne para alguns setores da cidade. Por fora o mercado é horrível, por dentro guarda surpresas de revirar o estômago. O diferente são a venda de alguns alimentos exóticos (oriundos da gastronomia pré-hispânica), mais legais de ver e fotografar do que de comer. Convenhamos, eu até faço algumas incursões gastronômicas com certos cuidados, mas bichinhos de 8 patas no way. Lá dá pra comprar pra comer baratinhas, escorpião, formiga chicatana, gusano blanco (um tipo de larva da região), chapulines (um inseto), etc. A lista é longa, e a apreciação na Cidade do México acontece mais em restaurantes chiques da cidade, pois são caros. Seja como for, pelo caráter exótico este mercado merece uma visita de curioso para ver de perto este lado mexicano. Este é o tipo de mercado em que eu iria apenas uma vez e não mais do que isso.

Um mineiro que gosta de histórias, e acha que escrever e ler é o melhor passatempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *